Malo
Todo o Algarve

EM EXPOSIÇÃO NA IGREJA DA SÉ

"MEMÓRIAS DO TEMPO E DO PATRIMÓNIO CONSTRUÍDO"

20 de novembro de 2018 No próximo dia 29 de novembro, pelas 18h30, será inaugurada, na Sala dos Atos da Igreja da Sé, em Faro, a exposição “Memórias do tempo e do património construído” com fotografias do arquiteto António Menéres.

Nota de Imprensa

23 Novembro 2018

A exposição reúne um conjunto de fotos que foram recolhidas no âmbito do famoso “Inquérito à Arquitetura Popular em Portugal”, iniciativa lançada pelo Sindicato Nacional dos Arquitetos e concluída em 1961, com o grande impulso do arquiteto Keil do Amaral.
Com mais de 55 anos passados deste “inquérito”, o mesmo é reconhecido como um momento marcante da arquitetura portuguesa tendo influenciado novas gerações de arquitetos e tendo tido uma profunda marca que ainda hoje podemos sentir.
A obra foi fundamental para mapear o território arquitetónico e as suas marcas ao longo das diferentes regiões e a harmonia que o mesmo constituía na sua relação com a paisagem e as pessoas.
A exposição, que decorre na sala de exposições da Igreja da Sé, acontece no seguimento da realização, no Algarve, em Lagoa, do 15.º Congresso dos Arquitetos, organizado pela Ordem dos Arquitetos Portugueses sob o lema “O Património Arquitetónico e Paisagístico”.

A exposição pode ser visitada até 16 fevereiro nos seguintes horários:
Segunda a sexta: 10h00 às 18h30 horas (última entrada às 18h00) - novembro e fevereiro.
Segunda a sexta: 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h30)- dezembro e janeiro.
Sábados: 09h30 às 13h00 (última entrada às 12h30).
Sobre António Sérgio Maciel Menéres
Nasceu em Matosinhos a 26 de abril de 1930.
Diplomado em arquitetura pela Escola Superior de Belas Artes do Porto, em 1962, foi um dos jovens arquitetos envolvidos no levantamento fotográfico exaustivo que se chamou Inquérito à Arquitectura Regional Portuguesa, organizado pelo Sindicato de então com algum apoio oficial (1955-1961) e que conduziu à edição do livro «Arquitectura Popular em Portugal».
António Menéres trabalhou com os arquitetos professores Fernando Távora e João Andersen, sendo autor de inúmeros projetos situados especialmente no Porto e na região Norte, mas também com algumas outras intervenções no resto do país.
Colaborou em co-autoria na edição do livro “O Porto visto do céu”, publicado em finais de 2000. A partir de 2004, promoveu uma exposição de itinerantes de fotografias. “António Menéres. Os anos do Inquérito à Arquitetura Popular Portuguesa”. Em 2010, foi membro do júri do Concurso Nacional de Arquitetura “Alexandre Herculano”. Em finais de 2011, apresentou no Museu Nacional de Soares dos Reis, no Porto, e em 2012, em Coimbra, a exposição que terá agora lugar em Faro.
António Menéres foi docente na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, até à sua aposentação, e continua a fazer, com regularidade, trabalho de pesquisa e sua divulgação no âmbito do património arquitetónico.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.todooalgarve.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.todooalgarve.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.