Todo o Algarve

Rede Portuguesa levou Ambientes Saudáveis, Inteligentes e Amigáveis a Faro

Nota de imprensa

09 Agosto 2019 | Fuente: CCDR Algarve

Realizou-se em Faro, a 2ª Reunião da Rede Portuguesa Ambientes Saudáveis, Inteligentes e Amigáveis, no dia 28 de junho. Este foi um encontro que englobou convidados internacionais e workshops temáticos de trabalho nas ações planificadas pela Rede para 2019.
Contou com cerca de 60 participantes entre público em geral e membros da Rede - com mais de 70 organizações oficialmente registadas, reúne parceiros de todas as regiões de Portugal, comprometidos com a promoção de uma agenda conjunta para a implementação de Ambientes inclusivos para todas as idades, com particular incidência nas áreas da Saúde, Apoio Social, TICE e Infraestruturas.
A Sessão de Abertura do Encontro esteve a cargo de Carina Dantas, da Cáritas Diocesana de Coimbra e João Apóstolo da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, enquanto Coordenadores Técnico e Científico da Rede, bem como da anfitriã da reunião, Sandra Pais, da Universidade do Algarve / CENIE.
Joan Martin, Diretora Executiva da Louth County Council (a primeira cidade amigável de todas as idades na Irlanda) e Presidente do Convénio Europeu para as Alterações Demográficas (entidade afiliada da OMS), trouxe, da parte da manhã, orientações práticas sobre “Como implementar ambientes amigáveis para todas as idades?.
O também convidado internacional, Fernando Machicado, Secretário da CEN-CENELEC e Gestor do Programa de Construção e Acessibilidade da UNE, apresentou o mais recente standard sobre “Acessibilidade e usabilidade de ambientes construídos – Requisitos funcionais” – prEN 17210, desenvolvido sob o mandato M/420 da Comissão Europeia.
A Mesa Redonda trouxe ao palco ilustres representantes de entidades públicas e privadas nacionais que discutiram conjuntamente a questão das acessibilidades e como garantir que estas são devidamente implementadas, nomeadamente no âmbito do financiamento procedente de Fundos Estruturais.
Estiveram presentes, para discutir o tema "Acessibilidades: A inovação na saúde e no apoio social", Paulo Morgado, Presidente da ARS Algarve; Margarida Flores, Diretora da Segurança Social do Algarve; Francisco Serra, Presidente da CCDR Algarve; Alexandra Rodrigues, Diretora de Serviços da CCDR Centro; Patrícia Seromenho, Presidente do Secretariado Regional das Misericórdias de Faro; Jorge Oliveira, CEO da SIOSLIFE e Leonor Mendonça da Acessible Portugal. A moderação da mesa ficou ao cargo de António Ramos da CCDR Algarve.
A segunda parte do encontro foi dinamizada pelos Coordenadores da Rede, que apresentaram aos participantes o Plano de Ação da Rede e novas propostas de ação. Influência nas Políticas e Práticas, Modelos de Negócio, Colaboração e Comunicação e Saúde e Bem-Estar ao Longo da Vida, foram os temas dos Grupos de trabalho paralelos que estiveram a decorrer nesta 2ª Reunião Participativa da ReaViVa, dinamizados por Alexandra Rodrigues (CCDR Centro), Elísio Costa (Porto4Ageing), Isabel Vaz Serra (F. Lourenço Júnior), Ana Sepúlveda (40+Lab), Flávia Rodrigues (Cáritas Coimbra), Cristina Guimarães (INESC-TEC), Helena Caria (IPS).
O próximo encontro da Rede Portuguesa vai estar integrado no maior encontro nacional dedicado ao Empreendedorismo e Inovação Social, Portugal Economia Social'19, que vai decorrer nos dias 10 e 11 de dezembro na FIL, em Lisboa.
Para mais informações sobre a Rede consulte a página https://www.caritascoimbra.pt/rede-portuguesa/pagina-inicial/ e para registar como membro deve fazer a sua inscrição através do formulário disponível em https://caritascoimbra.pt/rede-portuguesa/integre-a-rede/

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.todooalgarve.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.todooalgarve.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.