Todo o Algarve

Ações de ativação da marca começam este mês

Música clássica e performance de dança promovem 365 Algarve

Nota de imprensa

23 Agosto 2017 | Fuente: Turismo do Algarve

Assistir ao pôr-do-sol ao som da Orquestra Clássica do Sul e com os pés no areal da Praia da Rocha, em Portimão, é a proposta do «365 Algarve» para esta quarta-feira (dia 23), às 19h30, naquela que será uma das várias ações de ativação da marca previstas para as próximas semanas. O objetivo é voltar a pôr o programa cultural nos ouvidos do mundo, antes do seu arranque oficial em outubro.
«Sunset 365 Algarve – começando a preparar as férias de inverno» é o tema do evento que na quarta-feira levará músicas conhecidas do público à Praia da Rocha, interpretadas pela Orquestra Clássica do Sul, conduzida pelo maestro Rui Pinheiro. Uma hora à beira-mar, entre as 19h30 e as 20h30, é quanto bastará para ouvir Don’t Rain on my Parade (J. Styne), A Summer Place (M. Steiner), As Grutas de Fingal (Mendelssohn), My Fair Lady (F. Loewe), Fandango, Suite Alentejana n.º1 (L. Freitas Branco) e The Dambusters March (E. Coates).
E depois do concerto, segue-se a dança. Às 22h00, a avenida principal da Praia da Rocha receberá uma performance de oito bailarinos alusiva à cultura algarvia onde a marca «365 Algarve» surgirá em destaque. Este é, aliás, o intuito das duas ações do dia 23: promover o programa cultural antes da sua abertura, que acontecerá oficialmente no dia 4 de outubro, em parceria com o município de Loulé.
«A maioria dos turistas e residentes que assistiram a eventos do ‘365 Algarve’ no ano passado ficaram satisfeitos com a experiência. Este ano, ao entrarmos na segunda edição do programa, queremos superar as expectativas de todos: nossas e do público. Para isso importa a qualidade da programação, inteiramente constituída por propostas dos agentes culturais e de animação turística algarvios, mas também a sua divulgação. Neste momento, temos uma campanha a decorrer para consolidar a marca criada em 2016», afirma a comissária do programa, Dália Paulo.
A campanha começou no último fim de semana, com a marca «365 Algarve» a aparecer na Feira Medieval de Silves, e só terminará em setembro, depois de ter passado pelos Dias Medievais de Castro Marim (23 a 27 de agosto), pela Feira da Dieta Mediterrânica de Tavira (07 a 10 de setembro) e pelo Portugal Masters (21 a 24 de setembro, em Vilamoura).
Segunda edição conta com 525 iniciativas culturais
A partir de outubro, são de esperar 525 iniciativas culturais em todo o território algarvio, entre festivais, exposições, animação de património, cinema, teatro, circo contemporâneo, música e gastronomia.
Com o mote «Um território de sol para as artes», a programação deste ano alicerça-se em quatro eventos-âncora: LUZA, Festival Internacional de Luz do Algarve (24 a 26 de novembro, Loulé); Festival do Contrabando (23 a 25 de março, Alcoutim); Festival Algarve Jazz Gourmet Moments (25 a 27 a maio, Lagos) e projeto Lavrar o Mar (Ano Novo, Páscoa e com projetos de regularidade de outubro a maio).
Em eventos com impacto significativo, e que são novas apostas da segunda edição, salienta-se a Festa dos Sentidos (outubro e novembro, Lagos); Um certo Ponto de Vista (arte contemporânea que une artistas resistentes e convidados, de outubro a maio, Faro, São Brás de Alportel e Portimão); AlGharb.Come (novembro a maio, Vila Real de Santo António, Castro Marim e Alcoutim); CataPlay (dezembro a maio, Faro, Vila Real de Santo António, Loulé e Vila do Bispo); Festival de Artes Performativas de Tavira (janeiro e fevereiro, Tavira); Festa do Acordeão (fevereiro, Loulé, Albufeira e Faro); Festival de Culturas Mediterrânicas – Entre Mares, sob o olhar do viajante Teixeira Gomes (maio, Portimão); ECOFEST – Festival de Música e Ambiente (4 a 6 de maio, Olhão).
Quanto aos eventos consolidados com impacto e de estruturação da oferta, constam do calendário o VIDEO LUCEM (outubro a maio, Faro, Lagoa, Tavira, Loulé, Vila Real de Santo António, Aljezur e Silves); o Festival Verão Azul – VIII edição (17 a 28 de outubro, Faro e Lagos); o 2.º Festival Internacional de Piano do Algarve (janeiro a abril, Portimão); o Jazz nas Adegas (janeiro a abril, Silves); o FIMA -Festival Internacional de Música do Algarve (março a maio em diversos locais do Algarve); os Encontros do Devir «Cidades Utópicas» (abril e maio, Faro, Loulé e Lagos).
Por fim, conjugados com a programação regular que acontece no âmbito do «365 Algarve», surgem ainda os seguintes eventos: Festa dos Anos de Álvaro de Campos 2017 (outubro e novembro, Tavira); Faro Desvendado (outubro a maio, Faro); Momentos Fantásticos com Património (outubro a maio, Lagos); Bordeira Terra de Acordeão – a obra de Hermenegildo Guerreiro (4 de novembro, Faro); Festival T – Festival Internacional de Teatro de Albufeira (23 a 27 de março, Albufeira); Terra de Maio (25 a 27 de maio, Castro Marim).
A programação completa já pode ser consultada na área de downloads do portal promocional do Algarve (www.visitalgarve.pt).

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.todooalgarve.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.todooalgarve.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.