Todo o Algarve

Tradição do bolo-rei gigante traz como novidade este ano a banana

14 Dezembro 2017 | Fuente: Câmara de Olhão

O bolo-rei gigante volta a animar Olhão este sábado, dia 16 de dezembro. Incluído nos festejos natalícios da cidade, o chef Filipe Martins, proprietário da pastelaria e bombonaria Kubidoce, volta a oferecer à população um bolo-rei com cerca de 120 metros.

A festa do bolo-rei gigante, que neste ano traz como inovação o facto de uma das receitas conter banana, começa cerca das 11h00, junto ao Largo da Restauração. Animação e bolo-rei gigante prometem juntar no centro nevrálgico de Olhão – o largo da Igreja Matriz – milhares de pessoas, tanto olhanenses como visitantes.

Filipe Martins, que também inclui nos 120 metros de doce os bolos-reis tradicionais, como o escangalhado e o rainha, apresenta variações criativas, como o bolo-princesa de frutos vermelhos, ou o de frutos vermelhos, bagas goji, arandos e chocolate, mas também não esquece os já famosos bolos-reis de batata-doce com laranja confitada e amendoim, o de alfarroba com laranja, passas e amêndoa, representando os genuínos sabores do Algarve, o bolo-rei de chocolate branco com nozes e laranja, com chocolate negro, laranja, caju e amêndoa, ou o tradicional bolo-rei com frutas cristalizadas.

Os primeiros bolos-reis da época já começaram a ser confecionados e vendidos nas pastelarias de Filipe Martins, que a cada Natal enriquece o cardápio deste típico bolo. Os fornos estão ligados, os colaboradores trabalham afincadamente e, na manhã de sábado, haverá diferentes e saborosos bolos para provar.

“Uma festa que já é de Olhão e não da Kubidoce”, como faz questão de referir o chef pasteleiro Filipe Martins, que volta a animar a cidade de Olhão no fim de semana antes do Natal.

Para que esta iniciativa se concretize, o chef estima utilizar mais de 160 quilos de farinha, 700 ovos, 40 quilos de açúcar, 60 quilos de chocolate branco, 60 quilos de chocolate negro, 350 quilos de frutas cristalizadas, amêndoas, nozes, pinhões, amendoins, avelãs, cajus, passas, frutos vermelhos, damascos, bagas goji, arandos, farinha de alfarroba e ainda 15 litros de aguardente, 25 litros de azeite, 25 litros de leite, 15 quilos de fermento e 70 quilos de batata-doce.

Uma iniciativa que conta com o apoio do Município de Olhão desde a primeira hora.

Opinião dos nossos leitores

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.todooalgarve.com reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.todooalgarve.com

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.